O Jornal da Tarde traz uma matéria sobre a coletiva de Kristen e Taylor em São Paulo, ontém á tarde.

Fernanda Brambilla

Fotos, cartazes e muito barulho. Foi assim que centenas de fãs protagonizaram momentos de histeria diante de um hotel na zona sul, ontem, onde aguardavam seus ídolos, os atores Kristen Stewart, de 19 anos, e Taylor Lautner, 17, astros da saga adolescente Crepúsculo, que vieram à cidade para divulgar a sequência Lua Nova, que estreia no dia 20. A agenda dos atores se resumiu a uma entrevista coletiva pela manhã. Eles chegaram no sábado e, ontem mesmo, viajariam ao México.

Enquanto ocorria a coletiva, um grupo de fãs tentou invadir o saguão do hotel. A segurança foi acionada e a Polícia Militar foi chamada para conter o tumulto.

Os números que envolvem a produção ajudam a explicar a balbúrdia. Só a saga contada em livros vendeu mais de 45 millhões de exemplares no mundo. O filme Crepúsculo arrecadou US$ 70 milhões (R$122,5 milhões) apenas em seu primeiro final de semana nos Estados Unidos. Isso com um custo de produção de US$ 37 milhões (R$ 64,7 milhões ).

Com tanto assédio e agenda apertada, a única saída dos astros foi no sábado à noite, a uma churrascaria. No restante do tempo, ficaram no hotel. “Os brasileiros são ridiculamente amistosos, muito queridos”, diz Kristen, a Bella. Taylor teve seu nome entoado como um novo Brad Pitt. “Tenho certeza de que uns 200 fãs dormiram na grama em frente ao hotel. Isso é inacreditável”, diz o ator.

No segundo longa, há mais efeitos especiais e até um triângulo amoroso. “Este é mais complexo, mais visceral, e filosófico até”, arrisca Kristen. “Se Bella antes não sabia bem o que fazia, agora ela perde tudo. Se o que acreditava ser o mais verdadeiro se perde, ela não tem certeza de nada na vida.”

Agora, Lautner tem a chance de arrebatar as fãs antes embasbacadas apenas por Robert Pattinson, o vampiro Edward. “Minha preparação começou no dia seguinte ao fim do Crepúsculo”, conta o ator, que engordou 14 quilos à base de muita malhação e proteína.

A transformação de Jacob Black em lobisomem é resultado de efeitos especiais. “Eu só corro, sou suspenso por cabos, e é só. O resto o computador faz”, diz. Seu personagem brigará pela mocinha, mas Kristen insiste que esta não é só uma história de amor. “O filme é perfeito para fãs de ação.”

Sobre o amor de Edward e Bella, Kristen não esconde sua preferência. “É algo mais forte do que qualquer um aqui já vivenciou. Mas a verdade é que Jacob é perfeito para Bella. Só que meninas nunca sabem o que é melhor pra elas”, ri.

 

Foforks