Atores de Lua Nova visitam o Brasil

O sol forte não foi o suficiente para espantar o grupo de fãs que estavam na porta de um hotel de luxo na Zona Sul de São Paulo na manhã deste domingo (1°/11). A qualquer movimento elas gritavam, na esperança de chegar perto dos atores Kristen Stewart e Taylor Lautner, que fizeram uma passagem relâmpago pelo Brasil a fim de falar com os jornalistas sobre A Saga Crepúsculo: Lua Nova.

“Nossos fãs são muito apaixonados”, reconhece Lautner, que conversou com a imprensa, ao lado de Kristen, em entrevista coletiva que durou menos de uma hora. “Mais de 200 fãs dormiram do lado de fora do nosso hotel, é inacreditável ter tanto apoio!”, continua o ator. “Nosso fãs foram muito amigáveis”, concorda Kristen, falando sobre as coisas que surpreenderam a atriz em sua primeira visita ao país.

Nesta continuação de Crepúsculo, Lautner ganha muito mais destaque na trama. Se no primeiro filme seu personagem, Jacob, era apenas um vizinho de Bella, agora ele assume o primeiro plano na história e disputa com Edward (Robert Pattinson) o amor da protagonista. No final do primeiro filme, não se sabia quem interpretaria Jacob na continuação. Pelo fato do personagem ganhar status de protagonista em A Saga Crepúsculo: Lua Nova, os produtores pensaram em substituir Taylor Lautner, de 17 anos. “É mais comum atores mais velhos interpretarem papéis tão importantes, mas era essencial que ele fizesse este filme”, acredita Kristen. “Nunca questionamos se ele era o cara certo para o papel”, continua a atriz. “No começo, quando esterávamos a definição do diretor e assim seria acertado se eu continuaria na série, tentei focar no que eu poderia controlar: estar mental e fisicamente preparado”, explica Lautner. Por isso, assim que terminaram as filmagens de Crepúsculo, o ator já começou a se dedicar ao processo de ganhar massa muscular para o papel, mudando sua alimentação e fazendo muitos exercícios. “Ele nem sabia se continuaria no papel, o que mostra dedicação”, observa Kristen. “Valeu a pena, definitivamente”, admite Lautner. “Estou animado em interpretar um lobisomem, estou aproveitando a oportunidade”.

O triângulo amoroso começa em A Saga Crepúsculo: Lua Nova quando Edward abandona Bella, temendo pelo seu bem estar. Nessa ausência, entra Jacob para conquistar a protagonista. “Bella se apaixona por Jacob, mas sempre tem visões de Edward, o que cria um conflito”, explica a atriz. “Jacob é perfeito para ela, mas nem sempre as garotas fazem as melhores escolhas, então ela vai atrás de Edward”, continua.

Além do novo status de protagonista ocupado por Lautner neste segundo filme da saga, outra novidade é o diretor: Chris Weitz substitui Catherine Hardwicke nesta função. “Trabalhar com um diretor tão apaixonado faz com que você se sinta seguro para arriscar e fazer qualquer tipo de cena”, explica a atriz. “Crepúsculo nunca foi feito como um filme grande, era sobre as descobertas dos personagens, agora as coisas reais começam a acontecer”, continua. Para ela, a série é mais sobre “um amor ideológico, fora do alcance” do que um filme de vampiros e lobisomens. Por isso, tantos espectadores puderem se identificar com a série. Com orçamento de US$ 37 milhões, Crepúsculo faturou US$ 383,6 milhões ao redor do planeta.

A Saga Crepúsculo: Lua Nova estreia em 20 de novembro.