Biografia de Esme Cullen

Nome Completo: Esme Anne Platt Evenson Cullen
Status: Vampira
Data de Nascimento: 1895
Data de transformação em vampira: 1921 – ela estava com 26 anos.
Originalmente de: Columbus, Ohio.
Cor dos cabelos: Caramelo.
Altura: 1,65
Descrição física: Rosto em formato de coração; pequena; magra, mas bem feita.
Habilidades especiais: Habilidade de amar apaixonadamente.
Ocupação: Restauração de antiguidades.
Como membro da família: Casada com Carlisle.
Fonte da mudança: Carlisle Cullen.
Hobbies: Arquitetura e restauração.

História Pessoal: Em 1911, Esme quebrou a perna, depois de cair de uma árvore que ela havia escalado. A família dela vivia em uma fazenda nos arredores de Columbus. O médico da localidade estava fora e já estava escuro quando eles chegaram no pequeno hospital de Columbus. Um Dr. Cullen tratou ela. Aquele foi o último mês dele na cidade. Ela nunca esqueceu a experiência.
Esme foi a última entre suas amigas a se casar. Ela estava pensando em se mudar para o Oeste pra ser professora de uma escola, mas o pai dela achava que uma moça descente não podia viver sozinha no meio de florestas. O filho de um amigo da família, um homem com bons prospectos, queria se casar com ela, e seu pai a pressionou a aceitar.
Ela era indiferente a Charles Evenson, mas não se opôs a ele. Casou-se com ele em 1917, com 22 anos, e rapidamente descobriu que essa havia sido uma má decisão.
Charles era diferente em público do que era na vida privada; ele abusava dela. Os pais dela a aconselharam a ser uma boa esposa e se manter calada. Ele foi convocado pra lutar na Primeira Guerra Mundial e isso foi um enorme alívio pra ela.
Quando ele voltou, em 1919, foi um terror. Pouco depois do seu retorno, Esme descobriu que estava grávida. A gravidez foi a desculpa de Esme pra fugir. Ela não podia deixar uma criança nascer naquela casa.
Ela fugiu em 1920 pra ir morar com um primo de segundo grau em Milwaukee, e depois escapou mais para o Norte quando seus pais descobriram onde ela estava.
Ela se disfarçou facilmente, fingindo ser uma das viúvas da guerra. Ela ensinou numa escola de uma pequena comunidade em Ashland. Quando o bebê dela morreu, em 1921 ? apenas alguns dias depois de seu nascimento -, por causa de uma infecção pulmonar, ela não tinha mais nada a perder. Ela não fazia idéia de que Carlisle estava trabalhando no pequeno hospital de Ashland quando ela pulou de um precipício da cidade.
Carlisle se lembrou dela, é claro, como sendo a garota alegre que ela era aos 16 anos. Ele não queria que ela morresse, então a salvou. Quando ela abriu os olhos, sentindo toda aquela dor, e viu o rosto que ela não havia esquecido durante toda uma década, ela ficou aliviada. Ela não ficou realmente muito aborrecida em descobrir que era uma vampira, mas não aceitou as coisas tão bem quanto Emmett. Mesmo assim, ela estava feliz em poder ficar com o homem/vampiro dos seus sonhos.
Ela sempre teve um instinto maternal, e, sendo a mais velha fisicamente entre os Cullen, ela se envolveu no papel de mãe.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s